Quem sou:

Minha foto

Sou Bacharel em Turismo e Meio Ambiente pela UNESPAR - Universidade Estadual do Paraná/Campus de Campo Mourão. 
Praticante de Artes Marciais desde 2007, graduado Instrutor pela Federação Paranaense de Kung fu Wushu (2011) e Professor em 2012 pela CBKW. 
- Faixa preta, 1º duan pela Confederação Brasileira de Kung fu Wushu. 
- Faixa azul de Jiu-jitsu pela Checkmat e competidor de MMA pela Markine Fight.
- Atualmente sou integrante da Seleção Paranaense e Brasileira de Kung fu Wushu/Sandá 
- Vigilante Patrimonial na empresa Master Vigilância Especializada
- Professor de Boxe Chinês na Academia Markine Fight Centro de Treinamentos Campo Mourão - Paraná.


MEDALHISTA NOS CAMPEONATOS E EVENTOS: 

- Vice-Campeão brasileiro de Sandá (2014), 3º em (2013) e 5º em 2012.
- Campeão estadual (paranaense): (2008, 2009, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016...) Vice (2010). 
- 1 Grand Prix de Boxe Chinês: 1º colocado - ano: 2009
- Copa Paraná: 1º colocação nos anos: 2008, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015... 
- 6º Torneio da Liga Nacional de Sandá - 1º colocado - ano: 2011
- Kung fu Championship: 1º colocado - ano: 2011
- Ct Dragão DN Toledo - 2º colocado 
- Copa Amizade de Jiu-jitsu Umuarama: 3º lugar - ano: 2013
- Kickboxing em Palotina. Jogos abertos - 1º lugar - 2015
- II MSC MMA Sanda Combat - 1º lugar - 2015
- III MSC MMA Sanda Combat - 1º lugar - 2015
- IV MSC MMA Sanda Combat - 1º lugar - 2015
- I° Markine Fight Combat MMA - 1º lugar - 2016
- II Markine Fight Combate MMA - 1º lugar - 2017

Treinadores e ex-treinadores que contribuíram para o meu desenvolvimento nas artes marciais:

Prof Markine Santos - Sandá 
Prof. Daniel Ramos - Jiu-jitsu - Gracie
Prof Ricardo "Didi" Silva - Jiu-jitsu - Gracie
Prof Kayo Borghi - Jiu-jitsu - Checkmat
Prof João Guedes - Jiu-jitsu - Nova União
Prof. Elpidio Koch Junior - Jiu-jitsu - Gracie Barra Paraná

Frase: "Um atalho é sempre a distância mais longa entre dois pontos. Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto a explicação do manual."

"Assim como o lutador, o guerreiro conhece sua imensa força; e jamais luta com quem não merece a honra do combate.

O lutador que degusta o tempo, se alimenta de vitórias; pois da perseverança é que provém as conquistas”. (Autor desconhecido)

VISITANTES EM TEMPO REAL

Buda

"A lei da mente é implacável. O que você pensa, você cria; O que você sente, você atrai; O que Você acredita, torna-se realidade."
Boa leitura

Vitórias

"Há vitórias que exaltam, outras que corrompem, derrotas que matam, outras que despertam." Antoine de Saint-exupéry
"Gosto da sinceridade das horas que não falamos absolutamente nada. Só assim tudo é dito em absoluto." (CLARICE FREIRE)

Se sentindo romântico

"Mesmo que o tempo me leve a lugares distantes e me faça esquecer parte da minha vida. Haverá sempre lembranças de você. Prometi guarda-la em minha alma e não no meu coração, porque um dia meu coração deixará de bater, mas minha alma jamais deixará de existir..."

Turismólogo

Turismólogo
Este profissional pode assumir o papel de empreendedor, gestor e administrador, integrando todas as atividades do setor de turismo. Poderá atuar ainda em empreendimentos de turismo, na organização e administração de empresas e empreendimentos turísticos, no planejamento e execução de projetos de turismo regional, nacional e internacional, na programação e organização de atividades de lazer, na docência de cursos profissionalizantes de Turismo, na identificação e avaliação de potencial turístico. No decorrer do curso são desenvolvidos programas de qualidade voltados para o turismo, visando à satisfação do consumidor, à preservação do meio ambiente, à qualidade de vida das populações regionais, ao desenvolvimento sustentável, à formação de mão-de-obra qualificada. O profissional pode atuar em setores de empresas públicas ou privadas, relacionados ao turismo e meio ambiente, empresas de turismo e meio ambiente, escolas, universidades. (UNESPAR/CAMPUS CAMPO MOURÃO, 2014)

quarta-feira, 25 de junho de 2014

CAMPO MOURÃO - PLANO DE MARKETING TURÍSTICO DA FESTA NACIONAL DO CARNEIRO NO BURACO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ - CÂMPUS CAMPO MOURÃO DEPARTAMENTO DE TURISMO E MEIO AMBIENTE 

ACADÊMICOS: 

EDILSON LUIS FERNANDES 

GUILHERME JUNGES LEME 
NAYANE DE ABREU SCHAMBERLAIN 
PAULA FIORETTI LOURENÇO


  • "É IMPORTANTE SALIENTAR QUE OS CRÉDITOS DA ELABORAÇÃO DA PARTE ESCRITA DESSE TRABALHO PERTENCE AS ACADÊMICAS E MINHAS AMIGAS: PAULA FIORETTI E NAYANE SCHAMBERLAIN". EDILSON LUIS FERNANDES 


Trabalho apresentado para fins de obtenção de nota do 1º bimestre do ano de 2014, referente à disciplina de Marketing Turístico do 3º ano de Turismo e Meio Ambiente da UNESPAR – Universidade Estadual do Paraná sob a orientação da Professora Esp. Adm. Maria Dolores Barrionuevo Alves. 

CAMPO MOURÃO – PR JUNHO, 2014 

Dedicatória:
Dedicamos este trabalho aos acadêmicos, docentes e profissionais do Turismo, em especial, aos profissionais que fazem a Festa Nacional do Carneiro no Buraco acontecer. 

AGRADECIMENTO:

Agradecemos as pessoas que cooperaram para a efetuação desse trabalho, direta e indiretamente.

RESUMO

O presente trabalho tem por finalidade a elaboração de um plano de marketing para a Festa Nacional do Carneiro no Buraco que ocorre anualmente na segunda semana do mês de julho, fazendo uma avaliação do cenário atual e verificando quais melhorias podem ser feitas para aumentar a qualidade do Evento. A realização do presente trabalho torna-se pertinente, pois a Festa Nacional do Carneiro no Buraco tem atingido um público cada vez maior, nesse sentido o local onde a festa é realizada não comporta a expansão do número de visitantes que a festa vem recebendo a cada ano. O presente trabalho, portanto, tem a finalidade de indicar quais são os pontos fracos que impedem a expansão da festa e dessa forma propor ações alternativas que possam nortear uma gestão eficaz e participativa da festa.


1. INTRODUÇÃO 

A cidade de Campo Mourão está situada ao Noroeste do Paraná, onde ocorre anualmente na segunda semana de julho a Festa Nacional do Carneiro no Buraco, e esta festa teve seu início quando três pioneiros da cidade - Ênio Queiroz, Joaquim Teodoro de Oliveira e Sul Ferreira Caldas – estavam assistindo um filme exibido na década de 1960, onde vaqueiros preparavam carnes dentro de buracos em cima de brasas. A forma inusitada de preparo da comida chamou a atenção de um grupo de pioneiros da cidade que resolveu fazer o prato introduzindo uma série de inovações. Da primeira receita utilizada à atual, foram realizadas muitas experiências e adaptações para aprimorar a iguaria, que, ao longo de muitos anos, foi servida esporadicamente em encontros de amigos. Na década de 1980, a tradição se arraigou e autoridades e outros visitantes ilustres passaram a ser recepcionados no município sempre com Carneiro no Buraco. Campo Mourão instituiu a iguaria como prato típico e criou a Festa Nacional do Carneiro no Buraco em 1990, a partir de um movimento desencadeado pela confraria da Boca Maldita. O evento gastronômico é realizado sempre no segundo domingo do mês de julho, mas durante a semana há diversas atrações e shows e tem por objetivo preservar e divulgar a tradição de Campo Mourão e de seus colonizadores. 


2. ATIVIDADES AGREGADAS 

 A realização da Festa Nacional do Carneiro no Buraco possibilita inúmeras oportunidades para que outras atividades ocorram agregando valor direta ou indiretamente ao Evento, e possibilitando também oportunidades de atrair mais turistas e também oportunidades de negócios para os diversos atores do trade turístico. A Feira Agropecuária é uma atividade de grande relevância, visto que a economia do Município baseia-se também na pecuária, possibilitando assim que vários expositores possam fazer negócios e atraindo também novos criadores para a região e esta atividade sempre vem superando expectativas no evento. O Evento também possibilita que o Município possa divulgar os seus diversos atrativos, com o intuito de fortalecer o Turismo na cidade e na região, visando atrair novos turistas. É possível também agregar valor as barracas que expõem seus produtos, em especial as de artesanatos e de suvenires, que representam a cultura local . Também vale salientar as barracas que vendem diversos produtos, em que no final a verba é destinada a instituições de caridade da cidade, concretizando o que deve de fato acontecer em um evento desse porte, com tanta potencialidade para desenvolvimento comunitário e melhorias sociais na cidade. Atrações culturais também devem ser um fator que deve ser lembrado, pois a cidade é referência na região em relação às atrações culturais gerando uma hospitalidade, que é fator chave para o sucesso do Evento. Outra atividade são os rodeios, possibilitando que pessoas se instalem temporariamente na cidade, tanto participantes de rodeios quanto os proprietários dos animais, podendo assim contribuir para a economia local. 


 3. ONDE EU POSSO ENCONTRAR:

COMCAM FEST, 2010
Simbolo da festa


















A Festa Nacional do Carneiro no Buraco ocorre anualmente na segunda semana de julho e o prato típico da cidade servido neste evento, o Carneiro no Buraco é servido somente neste Evento e na COMCAM FEST, sendo que a COMCAM Festa está temporariamente sem acontecer devido à questões políticas. É necessário se fazer estudos sobre a possibilidade de viabilizar o prato típico em outras datas. 


4. QUEM PRETENDE TRABALHAR 

 4.1 Negócios e empreendimentos O evento trás inúmeras oportunidades para o trade turístico, em especial para a comunidade local que pode se beneficiar, pois possibilita que as empresas mostrem suas tecnologias, atrai inúmeros turistas tanto para Campo Mourão como para a região. O evento além de ter o prato típico tem outras atrações como shows musicais, apresentações artístico-culturais e também parque de diversões e rodeios. Os hotéis da cidade ficam com suas capacidades de abrigar clientes lotadas e o comércio local também ganha mais clientes e todo a comunidade local ganha com isto. 

 4.2 Mercado para produtos e serviços Com a consolidação do Carneiro no Buraco como prato típico de Campo Mourão surgem oportunidades para os mais diversos setores da economia tanto do munícipio quanto da região. É possível criar suvenires temáticos para a venda, podem-se realizar passeios por outros atrativos da cidade como os parques, museu, igrejas, entre outros. Também passa a ser interessante, com à proporção que a festa ganhou, o investimento de iniciativas privadas junto a projetos da prefeitura, de ampliar a localidade do evento, possibilitando melhor estrutura, maior movimentação econômica advinda de maior número de turistas na época. Lembrando que para a recepção do turista na cidade, são necessárias três ofertas: Alimentação, Pouso, e Transporte. Havendo a necessidade ou de ampliação da oferta hoteleira na cidade (que é o pior problema para ampliação do evento), ou do estudo da possibilidade de meios de hospedagem alternativos, como por exemplo, sublocação de casas, já que a cidade de Campo Mourão conta com grande numero de repúblicas que muitas vezes ficam vazias no final de semana. 

 4.3 Visitantes A Festa que já chegou a atrair cerca de 150 mil pessoas durante todos os dias de sua realização, possibilitando que visitantes de todos os locais prestigiem o evento. Segundo pesquisas, os principais visitantes da festa são os moradores dos municípios da região, mas também há visitantes de outros estados, em especial de São Paulo e do Mato Grosso do Sul. 

4.4 Novos moradores A Festa atrai inúmeros visitantes e pessoas que necessitem de uma estadia não tão curta, mas não há indícios de que atraia novos moradores permanentes e sim pessoas que necessitem de uma moradia temporária. 

5. CONSTITUEM OBJETIVOS ALTAMENTE DISPUTADOS 

O objetivo principal da Festa Nacional do Carneiro no Buraco é atrair pessoas de todo o país, divulgando assim a cidade de Campo Mourão e o seu prato típico e com isso buscar novos investimentos de empresas e de outras regiões para o desenvolvimento do município, além de contribuir fundamentalmente para a geração de empregos indiretos durante a realização do evento, contribuindo para aumentar a economia da cidade, além do evento beneficiar também entidades de caridade. Para que o evento possa atingir o máximo de eficácia, foi utilizado uma forma de avaliar quais pontos o evento tem de bom e quais pontos podem ser melhorados, chama-se Análise Swot, esta ferramenta é muito usada em empresas, tem o objetivo de posicionar/verificar a posição estratégica da empresa (neste caso, o evento) no ambiente em questão e com isto propiciar ações de intervenção. A análise divide-se em ambiente externo: ameaças e oportunidades e ambiente interno: forças e fraquezas. Abaixo segue a análise feita, e as referências estão pontuadas em ordem alfabética. 5.1 Planejamento estratégico – Análise SWOT 
5.1.1 Ambiente Interno 
5.1.1.1 Fraquezas • Capacidade estrutural para o máximo de 10.000 pessoas (no dia em que é servido o prato típico); • Infraestrutura não adequada a demanda. 
5.1.1.2 Forças • A qualidade do prato típico – os ovinos tem carne muito em ferro, proteína, zinco, niacina ou também conhecida como B3, que ajuda na diminuição do colesterol e vitamina B, além de apresentar todos os aminoácidos essenciais ao funcionamento do organismo humano. A maior parte de suas gorduras é do tipo poli-insaturada, que reduzem o LDL, também conhecido por colesterol ruim; • Atrações: diversas atrações ocorrem durante a realização do evento. 
5.1.2Ambiente Externo 
5.1.2.1 Oportunidades • Pessoas de todo o país visitam a festa, podendo assim divulga-la em âmbito nacional; • Oportunidades de visitantes de outros municípios que participam da festa visitarem e contribuírem com a economia local; • Oportunidades de novos negócios e também oportunidades para os proprietários de bares, restaurantes e hotéis. 
5.1.2.2 Ameaças • Divulgação da Festa somente em âmbito estadual e não nacional; • Não há disponibilidade da venda de convites do prato típico no dia do evento; • Falta de envolvimento maior da comunidade local; • Outros pratos típicos que ocorrem no mesmo mês. 
5.2 Profissionais Para a realização da festa são recrutados voluntários para trabalharem juntamente com quem entende do preparo do prato. Executando suas atribuições de acordo com o planejado. 
5.3 Profissionalismo Para que o evento ocorra da melhor maneira possível é necessário contar com o profissionalismo de pessoas que estão capacitadas para desenvolver as atividades. 
5.4 Recursos Para a realização de um evento deste porte é de extrema importância tanto os Recursos Humanos que se refere a pessoas, quanto os recursos financeiros. Promover o fomento da Festa Nacional do Carneiro no Buraco por meio de parcerias público-privada. Nesse sentido uma parceria entre o poder público e as empresas privadas tornariam a festa mais estruturada e trazendo mais oportunidades para a economia de Campo Mourão e também da região. 

6 TURISMO E COMPORTAMENTO HUMANO 

6.1 Dependência recíproca É necessário que a comunidade local sinta que parte desta Festa, pois a mesma tem o objetivo de divulgar as tradições do munícipio e sem a comunidade, principal ator do turismo nesta análise, não há como realizar um evento que traga benefícios a cidade. 
6.2 Emulação do real: Teatralização Segundo (Dicionário Informal, 2014), emulação significa sentimento que incita a imitar outra pessoa; influência, neste aspecto devemos abordar a importância acima citada da comunidade entender que pertence ao evento, pois quando uma pessoa sente que faz parte de algo, ela gosta, ela exerce influência sobre outra pessoa, neste caso quando gosta de ir ao evento ela pode influenciar que outras pessoas conheçam também, assim como os turistas que gostam do evento, fazem propaganda positiva levando a atrair mais pessoas. 
6.3 Impossível de se estocar características básicas e/ou fundamental É importante entender o produto turístico, pois ele possui características próprias e peculiaridades que o diferenciam dos demais. Entre suas singularidades, está a necessidade de consumi-lo imediatamente; consumi-lo no local de produção, pois ao mesmo tempo em que é produzido é consumido, visto que o produto turístico não tem como ir até o turista; há impossibilidade de estocagem; pois trata-se de um bem de consumo abstrato, não havendo possibilidade de experimentá-lo antes de consumi-lo, ao contrário dos bens tangíveis. 
6.4 Maior movimento migratório Há indícios de que a Festa Nacional do Carneiro no Buraco é um dos eventos do Município que mais atraem pessoas, chegando a atrair já em anos anteriores a 2014, cerca de 150 mil pessoas durante todos os dias de sua realização e em torno de 10 mil pessoas no dia em que e servido o prato típico. 
6.5 Produto imaterial: experiência vivencial O produto turístico é um sistema complexo, ao mesmo tempo em que é produzido é também consumido. As singularidades do produto turístico o distinguem dos bens industrializados e do comércio, como também dos demais tipos de serviços. Uma de suas características mais marcantes é que se trata de um bem imaterial – intangível – cujo resíduo, após o uso, é uma experiência vivencial. A heterogeneidade da demanda, outra de suas características, faz com que as expectativas, com relação aos serviços a prestar, sejam altamente diversificadas, tornando a sua apreciação sujeita às mais diversas interpretações, sendo de fundamental importância as ações publicitárias e promocionais, a maneira pelo qual o produto é apresentado é de fundamental para a decisão de compra do turista. 
6.6 Sazonalidade A sazonalidade é um fator de decisão na compra de produtos turísticos. A sazonalidade é caracterizada pela instabilidade entre oferta e demanda em determinados períodos do ano. Pode causar falência em empresas e consequentemente desempregos. É o momento ideal para o consumo do produto turístico, desfrutando de toda comodidade de serviços que o mesmo oferece. Pode ainda ser definido como "o período que se revessa entre a alta e baixa estação" (BRITO, 2005). No turismo a sazonalidade interfere na escolha de destinos turísticos, visto que pode conseguir preços mais baixos em determinadas épocas do ano. Assim, o Turismo verifica-se se torna uma alternativa para a incrementação de benefícios as cidades, ofertando lazer e entretenimento, gerando empregos diretos e indiretos e também aumentando a atratividade de uma localidade, incentivando, por consequência, o aumento da permanência dos visitantes. 


7 COMPONENTES DOS PRODUTOS TURISTICOS

7.1 Atrações naturais Podem ser agregados roteiros com visitas a atrativos naturais, onde o turista sinta-se em contato com a cidade. 
7.2 Facilidades Facilitar ao turista o acesso as informações do evento. O site oficial do Evento disponibiliza toda a programação, e um guia com os hotéis e restaurantes da cidade. 

7.3 Imagem

Folder da Festa do Carneiro no Buraco 2014
Credibilidade, simplicidade, diferenciação e divulgação são fatores que influenciam as pessoas a aderirem aos produtos turísticos. São características que os produtos turísticos possuem e que são responsáveis por fazê-lo melhorar ou quando não for bem trabalhado, destruí-lo. É necessário sempre estar buscando pontos a serem melhorados e também inovação.
7.4 Pessoas A população local é parte fundamental do produto turístico, observando que ela deve se sentir bem em relação ao turista e dessa forma acolher esse da melhor forma possível, gerando assim a essencial hospitalidade. Da mesma forma, o turista deve se sentir acolhido pela comunidade de modo que a convivência com esta não prejudique a imagem projetada anteriormente à visitação do destino e, portanto, que influencie o turista a indicar e a retornar a essa localidade. Sendo assim, a Festa Nacional do Carneiro no Buraco pode proporcionar mais empregos e renda para a população local e ainda experiências diversas aos turistas, beneficiando a todos os agentes envolvidos. O povo que conhece sua culinária passa a compreender um pouco mais a sua história e suas origens culturais. 


8 ALGUMAS MODALIDADES TURÍSTICAS 

A festa Nacional do Carneiro no Buraco acontece anualmente na segunda semana do mês de julho na cidade de Campo Mourão – Pr, atraindo visitantes de todo o país. Campo Mourão conta ainda com outras modalidades e atrativos turísticos nos quais se destaca,: 

8.1 Ambiental

Parque lago Azul
Parque Lago Azul de Campo Mourão
Nesta categoria podemos citar os atrativos naturais que a cidade possui, como o Parque Estadual do Lago Azul, Rapel na Pedreira Casali e também grupo de ciclistas em perímetro urbano, caminhas e trilhas de aventuras. 














8.2 Lazer

Bosque de Campo Mourão
Bosque 
Evento realizado no ano de 2011


A cidade possui vários locais de lazer como o Parque Municipal Joaquim Teodoro de Oliveira, váriaspraças, pousadas e também a proposta de implantação do Roteiro Cultural Caminho das Artes.  














8.3 Religioso


Catedral São José 
Igreja Ucraniana de Campo Mourão

No quesito Turismo Religioso Campo mourão possui várias Igrejas, há também a procissão da Rota da Fé e o evento anual do cristo é Nosso Show, onde estes dois eventos reúnem um grande número de pessoas de toda a região. 

8.4 Serviços: bem-estar e saúde Campo Mourão é cidade pólo da Região da COMCAM atraindo diariamente inúmeras pessoas. 
8.5 Turismo da Melhor Idade O SESC é uma das importantes entidades com relação ao Turismo de Melhor Idade, realizando diversas atividades e também excursões. 
8.6 Turismo de Negócios Em Campo Mourão o Turismo de Negócios é forte como segmento, gerando bastante renda para a economia da cidade. 


9 MOTES 

A cidade de Campo Mourão, onde é realizada a Festa Nacional do Carneiro no Buraco está situada na região Noroeste do Paraná, mais especificamente na Mesorregião Centro Ocidental Paranaense, que engloba a cidade e mais outros 24 municípios. O município possui sua ecnomia baseada no agronegócio. O solo predominante é o latossolo roxo, muito fértil. O Município pertence à bacia hidrográfica do Rio Paraná, sendo seu rio mais importante o Rio Mourão, que atravessa o Município de sul a norte. A vazão deste rio, associada à topografia de seu vale, oferece o maior potencial hidrodinâmico do Município, explorado com a construção da Usina Mourão. Há também os rios 119 e o Rio do Campo. 

Campo Mourão tem excelente localização e possui um dos principais entroncamentos rodoviários do país, colocando-o na rota de integração para os principais centros urbanos do país e do Mercosul, recebendo um grande fluxo de veículos, e sendo também sede da maior cooperativa do Brasil, a Cooperativa Coamo. A cidade também possui outras empresas de grande porte, como a Tyson Foods e a Colacril. O Município tem destaque em vários segmentos do Turismo, no Turismo de Negócios, sendo que este se deve principalmente ao importante entroncamento rodoviário e também a forte presença de empresas de grande porte. 

No Turismo Religioso, destaca-se a Rota da Fé, um importante evento de cunho religioso que atrai inúmeros pererinos, no Turismo de Saúde/bem-estar, o Município é cidade-pólo, atraindo pessoas de toda a região da COMCAM. Com relação à Cultura, é sempre destaque, com modernas instalações culturais. Pode-se destacar ainda como símbolo da cidade uma característica peculiar, que é a respeito da faixa de pedestres, onde os motoristas geralmente respeitam os pedestres, sempre parando o carro, para que os pedestres atravessem a faixa com segurança. Com relação a educação, a cidade já teve um dos menores índices de evasão escolar do Estado. 


10 AUDITORIA MERCADOLÓGICA 

10.1 Análise competitiva/concorrência É fator indispensável que se faça um estudo sobre a concorrência e a viabilidade do produto turístico, para poder melhorar as atratividades. 
10.2 Assessoria de Imprensa A assessoria de imprensa tem extrema importância, pois é responsável por divulgar o pré-evento, o evento e o pós-evento. Veicular as mídias e as informações e também prestação de contas, após o término do evento. 
10.3 Mídia Com a globalização vários novos meios de comunicação se consolidaram, como a internet, pois isso é necessário investir em mídia, com ações criativas e eficazes e na diversidade de tipos de mídias, para abranger o maior número de pessoas possíveis, pois cada pessoa se atrai por um fator diferente. 
10.4 Exposições e Feiras Para divulgação do evento e também da cidade em outras localidades, é importante a participação em eventos, fazendo exposições dos produtos turísticos do município. 
10.5 Formatação mercadológica da atração Para que o evento seja divulgado é imprescindível a fidelização da formatação mercadológica, fazendo com que o turista perceba que o evento possui credibilidade. 
10.6 Geradores de demanda Um fator bastante importante é fazer com que o produto seja destaque em âmbito nacional e isto ocorre com os geradores de demanda que são os meios que “geram” turistas, visto aqui, os meios de comunicação como a Tv que exercem influência sobre os turistas, influenciando direta ou indiretamente a consumir o produto turístico. 
10.7 Inventário turístico Até o presente momento não foi realizado inventário da Festa e somente da cidade de campo Mourão. 
10.8 Mercados emissores Atualmente o principal mercado emissor para a Festa Nacional do Carneiro no Buraco são as cidades da região da COMCAM. 
10.9 Pós-marketing: Realização de pesquisa de satisfação para ver quais pontos positivos e negativos para eventuais correções. 


11 AÇÃO REGIONAL COMPARTILHADA PARA INTERVIR COMPETITIVAMENTE NO MERCADO TURÍSTICO 

11.1 Calendário combinado de eventos Abaixo segue calendário de pratos típicos da região da COMCAM e quando eles ocorrem (data sujeita a mudança): 

Fevereiro Comida da Roça – Iretama (último domingo) 
Março Tilápia no tacho – Rancho Alegre D’Oeste (último domingo) 
Abril Carneiro Recheado – Altamira do Paraná (último domingo) 
Maio Cabrito apressado – Corumbataí do Sul (último domingo) 
Junho Leitoa mateira – Mamborê (segundo domingo) Leitão maturado – Goioerê (primeiro domingo) 
Julho Carneiro no buraco – Campo Mourão (segundo domingo) Paleta tropeira – Moreira Sales (segundo domingo) Peixe na cerâmica – Fênix (último domingo) Porco garantido – Barbosa Ferraz (segundo domingo) Vaca atolada – Boa Esperança (último domingo) 
Agosto Arroz Tratoreiro – Araruna (primeiro domingo) Carneiro ao vinho – Peabiru (segundo domingo) Setembro Boi na brasa – Luiziana (terceiro domingo) Pernil a pururuca – Farol (primeiro domingo) Novembro Leitão a campestre – Ubiratã (primeiro domingo) Leitão a pururuca – Engenheiro Beltrão (segundo domingo) Leitoa fuçada – Janiópolis (segundo domingo) Perohe – Roncador (primeiro domingo) Dezembro Boi na terra – Terra Boa (primeiro domingo) Frango invertebrado – Quarto Centenário (segundo domingo) Leitoa Intrincheirada – Juranda (primeiro domingo) Costela recheada – Campina da Lagoa (último domingo) 


11.2 Folhetos e vídeos promocionais Valorização da cultura da região, promovendo mídias que mostrem eventos da região e não somente da cidade. 
11.3 Infraestrutura articulada para grandes eventos Infraestrutura que possa ser utilizava para outras ocasiões. 
11.4 Negociação de pacotes turísticos Negociações para novos turísticos. 
11.5 Participação conjunta em exposições e feiras Participação em exposições e feiras fora da cidade, visando a divulgação da cidade e do evento. 


CONCLUSÃO 

De acordo com o estudo realizado, podemos concluir que a Festa Nacional do Carneiro no Buraco é um evento de grande porte, mas que necessita de adequações. Este trabalho vem com esse intuito. De avaliar essas necessidades e poder contribuir para o crescimento da atividade turística. 


REFERÊNCIAS 

Disponível em: . Acesso em 18 junho 2014. 
Dicionário Informal. Disponível em: . Acesso em: 18 junho 2014 
Globo Rural. Disponível em: . Acesso em 18 junho 2014 

ANEXOS Anexo A – Campo Mourão Terra do Carneiro no Buraco 
Anexo B – Festa do Carneiro no Buraco 
Anexo C – O guardião do fogo 
Anexo D – Slides apresentados em sala de aula
Postar um comentário

COMO DAR PRAZER AS MULHERES

COMO DAR PRAZER AS MULHERES
Coisas simples que dão prazer as mulheres